Acontecimentos Polícia Política  


Coleção Outono Inverno Silvidan

Casa de Carne do Gaúcho é sua melhor opção e com cortes especiais


Casas em Conceição do Jacuípe no Centro da Cidade
Contato (75) 98185 - 0095 Zé Paulo


-
Conheça as poromoções do Pedronça

Dicas

Utilidade Pública


 

 


Carro envolvido em acidente na BR-324 estava fazendo transporte clandestino, afirma PRF

O carro envolvido em um acidente na BR-324, que deixou cinco pessoas mortas e três feridas, no final da manhã desta segunda-feira (30), vinha de Feira de Santana e estava fazendo transporte clandestino.

A informação foi divulgada por um familiar do condutor do Zafira, George de Jesus Bernardes, 39 anos, e confirmada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). George é uma das vítimas fatais do acidente.

Acidente
Um caminhão bateu em um carro de passeio, modelo Zafira, em frente ao posto fiscal da rodovia, na altura do km-595, próximo ao município de Candeias, no sentido Salvador. Segundo informações da Central de Polícia, o caminhão atravessou o canteiro central e bateu no Zafira, que seguia no sentido Salvador. O carro estava com sete ocupantes. Entre as vítimas fatais estão duas crianças.

O autônomo Junior Silva, 23 anos, estava trabalhando na rodovia e viu o momento do acidente. "Eu tava sentado embaixo da árvore e vi tudo em câmera lenta, parecia coisa de video game", disse Junior.

"Um carro pequeno que vinha em alta velocidade freou bruscamente por causa do radar. O caminhão veio atrás, também em alta velocidade, e freou de vez para não bater. Mas ele perdeu a direção e passou por cima do canteiro central, batendo de frente com o outro carro", contou ao CORREIO.

-


TJ mantém decisão e São Gonçalo dos Campos continua obrigada a suspender festejos e reformar escolas

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) negou liminar requerida pelo Município de São Gonçalo dos Campos e manteve a decisão judicial que determinou a suspensão da realização de festejos promocionais e a reforma de escolas do município. O pedido foi formulado em uma Ação Civil Pública (ACP) proposta pelo Ministério Público estadual, por meio da promotora de Justiça Laíse de Araújo Carneiro. A desembargadora Heloísa Graddi, da Quarta Câmara Cível, determinou a manutenção da sentença original, proferida pela juíza Ely Christianne.

Na decisão, a desembargadora destacou que o MP asseverou que a utilização dos recursos públicos do Município “sofreu evidente desvio de finalidade”, ao destinar quase R$500 mil para custear dois dias de festas de inauguração de obras públicas, indicando, por meio de documentos, que as verbas utilizadas na contratação dos serviços dos eventos impugnados teria como origem “fonte de recurso educacional”. A ACP demonstrou ainda que as contratações deveriam ser suspensas e os valores do Fundo de Participação bloqueados, com o objetivo de “evitar evasão de recursos públicos”. A decisão reconhece que, como argumentou o MP, “na localidade é necessário reparar a estrutura das escolas municipais”.

Cecom/MP - Telefones: (71) 3103-0446 / 0449 / 0448 / 0499 / 6502.


Bahia registra 9,8 mil casos de violência contra a mulher no primeiro trimestre

Nos três primeiros meses deste ano, a Bahia registrou 9.795 casos de violência física contra mulheres. Na comparação com o mesmo período de 2015, houve redução de 32%, segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado. Os dados levam em conta os registros de homicídio doloso (com intenção de matar), tentativa de homicídio, lesão corporal intencional, estupro e ameaça. De acordo com levantamento da Agência Brasil, quase todos os tipos de violência registraram queda em relação ao ano anterior, no entanto, o número de homicídios entre janeiro e março subiu de 73 em 2015 para 80 este ano. Apesar da redução, a secretária de Políticas para as Mulheres da Bahia, Olívia Santana, diz que os números continuam alarmantes e que a legislação não é suficiente para conter a violência contra a mulher. “Temos que mexer nos espaços estratégicos, que é o espaço da educação. O sistema educacional precisa se abrir para a promoção da igualdade de gênero. Enquanto essa temática não for tratada nas escolas, como um desafio civilizatório que precisa ser cumprido, a gente vai continuar oferecendo às gerações uma formação que reproduz o machismo e a ideologia do patriarcado, na qual o homem se sente tão superior à mulher que alguns se sentem até no direito de tirar a vida das mulheres”, disse Olívia. A secretária ressaltou que a ausência de discussão sobre questões de gênero nas escolas e no ambiente familiar perpetuam o discurso e as atitudes que sustentam a violência contra a mulher, além de transferir para as vítimas a culpa por terem sofrido violência. Segundo Olívia, a garantia e a rapidez na punição aos agressores é umas das medidas para reduzir a violência de gênero. “O Judiciário precisa se apropriar plenamente dessa questão do feminicídio, tem que garantir julgamentos mais céleres e garantir que as medidas protetivas sejam garantidas, para que as mulheres que já denunciaram seus algozes gozem de proteção. O Judiciário às vezes leva meses para julgar, os criminosos acabam ficando em liberdade e deixando as mulheres em risco”, lamentou. Denúncias sobre qualquer tipo de violência contra a mulher podem ser feitas pelo disque 100 ou 180. O anonimato do denunciante é garantido.



Confiança do empresariado baiano melhora em abril, mostra SEI

O Indicador de Confiança do Empresariado Baiano (ICEB), índice que avalia as expectativas das entidades representativas do setor produtivo do estado, calculado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria de Planejamento (Seplan), apresentou, em abril, um quadro de menor pessimismo comparativamente ao mês anterior. O indicador de abril constituiu a terceira pior marca de sua sequência. O indicador marcou -488 pontos no referido mês, melhora de 21 pontos em relação a março, quando havia registrado -509 pontos. O resultado sucede uma melhora de 48 pontos em fevereiro e uma piora de 29 pontos em março. Com o respiro neste mês, a expectativa geral do empresariado baiano retornou à zona de Pessimismo. A melhora do nível de confiança observada no mês, no entanto, não foi disseminada setorialmente, já que um dos setores não exibiu diminuição do pessimismo: Agropecuária, no caso. A Agropecuária demonstrou piora da confiança em abril, com seu indicador passando de -347 pontos para -383 neste mês – menor nível de sua série. O recuo de 36 pontos, única queda entre os setores, no entanto, não foi suficiente para que a atividade deixasse de ser a menos pessimista. As expectativas da Indústria, após o revés do mês passado, melhoraram, passando de -504 para -477 pontos, revelando o maior avanço entre os indicadores setoriais de confiança – elevação de 27 pontos no mês. O nível de confiança do setor de Serviços aumentou 25 pontos de um mês ao outro, passando de -524, em março, para -499 em abril, continuando ainda como segundo segmento mais pessimista. O avanço mais modesto da confiança no mês – aumento de 22 pontos – ficou com o Comércio, que permaneceu como setor mais pessimista, com seu indicador passando de -546 para -524 pontos. Em abril, mais uma vez, todas as variáveis obtiveram avaliações negativas. PIB Nacional e Crédito foram as variáveis com piores expectativas do empresariado baiano. Em contrapartida, apesar de negativas, Exportação e Juros foram aquelas com indicadores de confiança menos pessimistas.



Roupas usadas por Irmã Dulce em sepultamento serão expostas em Salvador

Roupas originais utilizadas no sepultamento de Irmã Dulce serão exibidas em uma exposição que será realizada no Memorial da beata, no Largo de Roma, em Salvador. O lançamento será no domingo (2/052). A entrada é gratuita. A exposição marca as homenagens aos cinco anos da cerimônia que beatificou a religiosa, que desde então passou a se chamar Bem-Aventurada Dulce dos Pobres.

“São as roupas que ela usava quando foi sepultada em 1992. Entre as peças, dispostas na mesma posição em que estava o corpo, estão o véu, o hábito oficial, o escapulário azul que é o símbolo de sua congregação e as meias, além do medalhão que ela sempre usou”, explica Osvaldo Gouveia, assessor de Memória e Cultura das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID).

A instalação, intitulada de “Cinco anos de Beatificação... A caminho da Canonização”, estará aberta à visitação de terça a domingo, das 10h às 17h, até o dia 7 de agosto. Relíquias: Irmã Dulce foi sepultada na Igreja da Conceição da Praia. Em 2000, com o início do processo de beatificação, os restos mortais foram transferidos para a Capela do Convento Santo Antônio.

Hoje, eles estão localizados na chamada Capela das Relíquias, no Santuário da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres, também no Largo de Roma. A capela foi aberta no dia 9 de junho de 2010, quando os restos mortais da então Venerável Dulce foram transladados – rito que marcou o último ato antes da proclamação solene da religiosa como beata pelo Papa Bento XVI. A transferência para o local foi feita após a exumação do corpo da religiosa para a retirada das suas relíquias e de uma vigília. Desde então, o espaço está aberto à visitação dos fiéis e admiradores da vida e obra do Anjo Bom
.



Polo de confecções reúne 55 empresas baianas em Feira de Santana

O município de Feira de Santana, no centro norte da Bahia, vai inaugurar o Polo de Distribuição das Indústrias de Confecção da Bahia (Polimoda) na próxima segunda-feira (16). O conglomerado fabril reúne 72 lojas, sendo 55 de fábricas baianas do segmento de confecções, para venda em pronta entrega (atacado e varejo) de roupas, acessórios e artigos de couro.

O empreendimento está localizado na Avenida Senhor dos Passos, no centro da cidade, onde por muitos anos funcionou o Hotel Solar Santana. Além das lojas de confecções, o Polimoda terá 340 vagas de estacionamento, área de carga e descarga, e estrutura de serviços com restaurantes, lanchonetes, casa lotérica e agência da Coelba. O funcionamento será de segunda a sexta-feira, das 8 às 18h, e aos sábados, das 8h ao meio-dia.

A central de vendas é uma iniciativa do Sindicato da Indústria do Vestuário de Feira de Santana e Região, com apoio do Governo do Estado, Prefeitura de Feira, Federação das Indústrias da Bahia, Sebrae e Senai. O modelo do ‘shopping de confecções’ é similar ao que funciona no município pernambucano de Caruaru, hoje grande polo de confecções do Nordeste.

"Além de Feira de Santana, o Polimoda pretende fomentar indústrias de confecções, calçados e acessórios em Amélia Rodrigues, Anguera, Antonio Cardoso, Coração de Maria, Coité, Conceição de Feira, Conceição do Jacuípe, Ipacaetá, Ipirá, Irará, Santa Bárbara, São Gonçalo, Santo Estevão, Santanópolis, Serra Preta e Tanquinho”, explica o presidente do Sindicato da Indústria do Vestuário de Feira de Santana e Região (Sindivest), Edison Nogueira Correia.

Para o superintendente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Paulo Ferraro, a criação do Polimoda é mais uma ferramenta para estimular a ampliação da cadeia de têxteis e confecções na Bahia. “Somos o segundo maior produtor brasileiro de algodão e temos uma indústria petroquímica pronta para produzir tecidos sintéticos. Ou seja, temos as condições ideais para o desenvolvimento do setor e a consequente geração de mais empregos”, diz Ferraro.



Prefeito Paim de Coração de Maria se reúne com a presidente do Tribunal de Justiça (TJ-BA)

Policia Militar captura suspeito de arrombamento da Claro de Conceição do Jacuípe em flagrante

Fundo de recursos próprios mantém 'saúde financeira' de Amélia Rodrigues, afirma secretário de Planejamento

João de Roque confirma sua pré-candidatura a prefeitura de Conceição do Jacuípe

Policia Militar de Amélia Rodrigues apreende grande quantidade de drogas

Após apuração de denuncias, vereador pede desculpas a enfermeira de Amélia Rodrigues

Primeira festa de camisa beneficente infantil em Conceição do Jacuípe

Câmara de Amélia Rodrigues vota reajuste de salário de funcionários

Policia Militar captura armas e dois elementos perigosos morrem no confronto em Conceição do Jacuípe

Bel Marques dia 14 de junho estará em Santo Amaro recebendo titulo de cidadão

Câmara de Santo Amaro instala painel de votação digital

Coisas da política: Terceiro grupo se desfaz e surge duas novas lideranças

©2009 Jacuípe Notícias, todos os direitos reservados

Jacuípe Noticias