Coisas da Política: Conceição do Jacuípe onde o “gato” é legalizado

Há muito que a pratica do “gato” tanto de energia e de água, vem sendo praticado na cidade de Conceição do Jacuípe, onde, houve varias denuncias principalmente de moradores e de vereadores que constataram esses abusos e, não foi tomada nenhuma atitude do executivo contra esses crimes praticados.

Em 25 de fevereiro de 2016, o ex-vereador Oséas Pereira da Silva, denunciou em plenário, e convidou nossa equipe para ir ao local verificar o abuso de um consumo de energia que vinha sendo praticado em um contador da Coelba localizado na estrada da Volta (Urbis I) onde serviria para gerar energia a um poço construído pelo governo federal para fornecer água aos moradores locais. Acontece que neste local havia uma fazenda contratada pela prefeitura onde seriam produzidos hortaliças e verduras orgânicas, projeto do secretario de agricultura que inicialmente serviria para fornecer a rede de escolas municipais, mas foi desativado, onde originou alugueis da prefeitura por 3 anos sem nenhum retorno, e mesmo assim continuou a pagar os recibos da Coelba. (www.jacuipenoticias.com/politica/fevereiro-2016/gato-php)

Logo após, o mesmo vereador, qualificou o secretario como “cara de pau”, e se espantou com a absurda atitude da prefeitura de estar pagando energia com o dinheiro do povo para um “barbado” secretario que na época ganhava R$ 5.000,00, pois o “gato” contava sendo usada pela prefeitura. (www.jacuipenoticias.com/fevereiro.2016/oseas-gato2.php).

Prosseguindo com os “gatos”, em 16 de agosto de 2016, o vereador Oseas denunciou novamente o secretario Gil, em permitir um desvio de água “gato” no Loteamento Alfredo Venceslau, onde um produtor rural desviou a água do chafariz para irrigar sua plantação, prejudicando o abastecimento das residências. (www.jacuipenoticias.com/agosto-2016/desvio-agua.php)

Por fim, na sessão da câmara dos vereadores do dia 13 de dezembro do ano de 2017, o vereador Pedro Andrade, denunciou o secretario de agricultura, em permitir a instalação de um “gato” de água na cisterna que abastece o bairro Urbis II por um seu “amigo”, cometendo assim um crime de prevaricação, pois ele foi informado e não tomou nenhuma providencia, e o vereador acredita que o secretario estava tendo vantagens com a situação. (www.jacuipenoticias.com/politica/dezembro-2017/gato-urbis.php)

Em um município onde foram abertos mais de oito poços artesianos e que somente a metade funcionam, quantos “gatos” estarão acontecendo?

Quem viver verá!!

 

Helio Defaria

- Comente esta notícia dê sua opinião!
 Nome   
 Assunto do contato   
 E-mail   
 Mensagem   
 Endreço   

 

http://www.linkws.com


©2009 Jacuípe Notícias, todos os direitos reservados

| Jacuípe Noticias