Conjacuipense é destaque em reportagem nacional que conta casos de sucesso em concurso públicos

Apelidado de "GoogleMan", Silvimar coleciona aprovações

Fatigado e sem muitas perspectivas quanto ao seu futuro profissional, ele foi além. Exausto com os baixos salários, falta de reconhecimento, pouco respeito e humilhações, prometeu a si próprio que não deixaria isto acontecer novamente. Trabalhar para ganhar R$1,60 por hora, como ocorria em 2004, em uma fábrica de sapatos? Nunca mais. Era hora de alçar voos maiores, de buscar a estabilidade e a certeza de estar em um emprego que beneficiaria de fato a sociedade. Esta é um pouco da história do baiano Silvimar Charlles Lima de Oliveira, que deu um novo rumo a sua história por meio dos estudos.

O concurseiro de 30 anos, nascido em Conceição do Jacuípe (município a 97km da capital Salvador, com pouco mais de 30 mil habitantes) e que tornou-se servidor público federal, viu os primeiros exemplos de superação dentro de casa por meio de sua mãe, que ele lembra com lágrimas nos olhos. "Ela, que é filha de um agricultor e de uma dona de casa, aprendeu a ler com a Bíblia. Tempos depois, minha mãe passou em um concurso da Prefeitura de Conceição do Jacuípe com 18 anos, e essa aprovação mudou toda a história da nossa família. Ela sempre investiu em mim, com cursos, viagens, formação e incentivo. Sou muito grato a ela, mas não somente: meus irmãos Júnior e Daiane, minha esposa Mara e também meu pai Silvio. Eles sempre me apoiaram também", exaltou Silvimar, que é pai de Felipe e Miguel, de 12 e 10 anos, respectivamente.

Há alguns meses, o recém-servidor público federal, que foi aprovado na 26ª posição, nomeado, empossado e já em exercício como assistente em administração na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), viu sua vida laboral tomar finalmente o rumo que ele almejava. Mas engana-se quem pensa que o caminho foi curto. Ao contrário. O baiano tenta se recordar ao certo de todos os concursos que realizou antes desse, mas não consegue. Não é para menos, já que foram mais de 20. Desses, 13 aprovações, que em grande parte resultou em não convocações. E muita frustração. "Então, como vencer na vida de forma honesta? Só através do estudo! Me apaixonei (e ainda sou apaixonado) por estudar, e tudo o que isto me proporciona. De lá para cá, já são 11 anos de muitas conquistas e vitórias", orgulha-se.

Embora sua primeira aprovação tenha ocorrido em 2009, aos 24 anos, tudo começou de verdade em 2007, quando ele fez um curso preparatório para o concurso de agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que só tinha vagas para Brasília, Pará e Mato Grosso. Ele, que ia fazer a prova na primeira cidade, relembra o dia em que viajou até a capital do Distrito Federal. "Sábado à noite, data anterior à aplicação da prova, estava em um ônibus que nos levaria para Brasília. Aguardávamos o sinal da responsável pela agência de viagens para partir, quando um colega que falava ao telefone dentro do ônibus gritou. 'Cancelaram a prova! Minha namorada me falou aqui!'. Então foi aquele alvoroço. Descemos, entramos em um site de notícias e lá estava: 'Homem é preso na Baixada Fluminense vendendo gabarito de concurso'. Desistir? Nunca pensei! Na verdade, o desafio para mim é motivador. Desistir não está na essência do povo nordestino, guerreiro por natureza", enfatiza.

O primeiro concurso no qual Silvimar foi aprovado foi o da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Ele também obteve boas colocações em órgãos como Petrobrás (em diversos cargos), Corpo de Bombeiros Militar do Estado da Bahia (CBMBA) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IF Baiano), entre outros. "Estudava muito em sala de aula e em casa também, e isso me rendeu alguns apelidos que tenho orgulho, como 'GoogleMan', 'Wikipédia' e 'Enciclopédia'. Eu demorei para iniciar um curso superior, pois queria me dedicar integralmente aos concursos. Hoje, com mais tempo, estudo Direito", pontua. Quando questionado sobre suas estratégias de estudo, ele não titubeia.

"Meu método? Sigo os ensinamentos de William Douglas, que dizem que o aprendizado se dá em cinco etapas: captação, fixação, revisão, manutenção e transmissão. Esse último ponto é quando o estudante chega ao nível de explicar algo para si mesmo ou para outros, que é sinal de que realmente aprendeu. Em minha casa, tenho uma lousa branca, na qual dou aulas para mim mesmo, em frente ao espelho. Em vez de aprender somente um conceito em uma questão, aprendo cinco. Também tenho um método de, ao estudar, elaborar minhas próprias questões", salienta, acrescentando que tem mais de 800 perguntas feitas.

Na UFRB, Silvimar, que hoje reside na cidade baiana de Feira de Santana, explica que trabalha na Superintendência de Educação a Distância (Sead) da universidade, onde há um estúdio para os professores ministrarem aulas no curso de licenciatura em Matemática, na modalidade Ensino a Distância (EAD). E esse setor tem a missão de formar docentes que atuarão na Educação Básica. "É muito gratificante poder contribuir para esse processo de construção de um país melhor e mais justo", celebra, completando.

"Sabe aquele sentimento de justiça? É o que eu sinto! Colhemos aquilo que plantamos, e essa aprovação é fruto de muito esforço, dedicação e sacrifícios. A estabilidade empregatícia me permite cursar com tranquilidade a minha graduação em Direito. Porém, depois dessa formação, penso em ser promotor, para poder devolver à sociedade tudo de bom que tenho e que aprendi durante esses anos. Caso eu possa conciliar essa carreira com o magistério em cursos preparatórios, estarei feliz da vida, pois todo esse conhecimento será melhor ainda se outras pessoas puderem usufruir dele também para vencer na vida por meio do mérito", deseja.

Fonte: Folha Dirigida Publicado em 05/11/2015 por Giuliana Barbosa

-Comente esta notícia dê sua opinião!
Nome:

E-mail:

Comentário:
- Oferecimento: ID Profile, a identidade virtual que você precisava! www.idprofile.org .
Nenhum comentrio foi postado via Jacuipe Notcias, seja o primeiro a comentar!

©2009 Jacuípe Notícias, todos os direitos reservados

Jacupe Noticias