Alagoinhas: Incêndio provocado por paciente do CAPS III foi controlado pelo Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal

Segundo o coordenador do CAPS III, o incêndio se originou de um fósforo levado às escondidas pela irmã do paciente.

Sem vítimas, o incêndio ocorrido no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS III) Tom Brasil, na manhã deste domingo (2/05/21), foi logo identificado pela equipe de enfermagem que estava de plantão e controlado pela Guarda Civil Municipal e Corpo de Bombeiros.

O acidente foi provocado por paciente internado na unidade desde a última quinta-feira. Segundo o coordenador do CAPS III, o incêndio se originou de um fósforo levado às escondidas pela irmã do paciente.

“Nós temos protocolo de segurança que proíbe a entrada de objetos perfurocortantes e/ou que provoquem fogo. Infelizmente, a proibição não foi respeitada, mas conseguimos controlar o fogo e não tivemos vítimas”, explica o coordenador Helton de Moura.

A secretária de saúde Rosânia Rabelo pede a colaboração da sociedade no cumprimento das regras de segurança para acessar o local e afirma que vai reforçar os cuidados. (APO).

(Com informações da Secom-PMA e Blog do Tavares)